Copyright 2019

Especialista em CARROS

Todos os direitos reservados

(47) 99193-2323

 

especialistaemcarros@hotmail.com

Atendemos Litoral Norte e

Vale do Itajaí, Santa Catarina.

Consulte para outras regiões.

WhatsApp-icone-3.png

Verão chegando: como proteger o seu carro

02/11/2016

Sol, calor, praia, férias, viagem... Para muita gente o verão é a melhor época do ano. Mas saiba que para o seu carro este tende a ser o período mais desgastante. Hoje vamos mostrar quais são os maiores riscos e como você pode preservá-lo dos agentes nocivos que predominam nessa época do ano.

 

Nunca é demais lembrar: antes de viajar, é sempre bom dar uma atenção especial aos itens mecânicos e de segurança do seu carro. Verifique o estado dos pneus, freios, suspensão e direção. No motor, confira as correias e o óleo, bem como o sistema de arrefecimento (radiador, mangueiras, fluido, etc.). O bom funcionamento do ar condicionado e do limpador do para-brisa também devem ser garantidos.

 

Voltando ao tema, conheça os principais inimigos do seu carro na temporada de verão:

 

1- O sol

Assim como a sua pele e o seu corpo, a pintura e outros componentes do carro também sofrem com a exposição prolongada ao sol, especialmente nos horários mais quentes. Não só o calor, mas também a luz ultravioleta (raios UV) atacam o verniz da pintura, os plásticos e borrachas, além do estofamento e acabamento interno. Ressalte-se que as cores mais escuras absorvem mais calor.

2- A chuva

Geralmente no fim da tarde dos dias mais quentes se formam nuvens negras, acompanhadas de raios, trovões, chuva forte, ventos e às vezes granizo. Os maiores riscos aqui são os ventos, que podem jogar objetos sobre os carros. A chuva forte traz risco de alagamentos e deslizamentos, e o granizo pode quebrar vidros e danificar a carroceria.

 

3- A praia

Sal e areia são inimigos mortais das partes metálicas do seu carro. E nem precisa rodar na beira do mar, como nos comerciais de TV. A simples proximidade do oceano já diminui consideravelmente a vida útil da carroceria, visto que a salinidade se espalha pelo ar. Claro que nos modelos mais novos há um tratamento químico muito mais eficiente que nos antigos. Mas ainda assim é um fator que não deve ser ignorado.

 

4- A flora e a fauna

Estacionar sob uma árvore parece uma boa ideia para proteger o carro do sol. Mas fique atento! Seivas de plantas, algumas frutas ou dejetos de pássaros podem danificar instantaneamente a pintura. Se você perceber algum deles quando buscar o carro, limpe a região afetada imediatamente.

 

5- As estradas

As (más) condições das estradas brasileiras são famosas no mundo inteiro. A conjunção de sinalização deficiente, má conservação e, por que não dizer, motoristas despreparados, formam uma receita perigosa. Buracos na pista podem danificar pneus, suspensão e, em alguns casos, até o motor. Detritos lançados por veículos podem danificar a pintura e o para-brisa. Os engarrafamentos também constituem um risco maior no calor, pois exigem mais do sistema de arrefecimento, que em condições extremas pode falhar.

 

E então, você já sabe o que fazer para se safar disso tudo? Algumas atitudes parecem óbvias, mas há outras dicas simples e eficazes que podem garantir a tranquilidade das suas férias:

 

A- Encerar o carro

Ao contrário do que muitos imaginam, o principal benefício da cera não é dar brilho à pintura, mas protege-la. Ela forma uma película que reduz o acúmulo de água e sujeira sobre a carroceria e facilita a limpeza, além de refletir parte da radiação solar. Portanto é uma boa ideia encerar o carro antes de viajar.

 

B- Película solar

Há quem as adote por motivo de segurança, mas as películas são muito indicadas para proteger o interior do veículo da radiação solar. As de boa qualidade têm filtros UV que reduzem o calor dentro do carro e protegem a sua pele do sol durante a viagem, além de facilitar o trabalho do ar condicionado. Mas fique atento aos limites de escurecimento dos vidros definidos em lei. Eles são válidos para o conjunto vidro+película e não à película isoladamente. É recomendável inclusive a película no para-brisa, mesmo que mais clara, para proteger o painel e volante. Com ela você pode aposentar a toalha ou protetor de papelão ao estacionar sob o sol.

 

C- Onde estacionar

O mais adequado é em garagem fechada, mas nem sempre há uma disponível. Já comentamos acima quanto aos cuidados ao estacionar sob árvores, seja com tempo bom ou durante temporais. Se o carro for ficar parado por mais tempo, outra opção é usar uma capa. Ela deve ter forro interno que não risque a pintura e, pelo mesmo motivo, só pode ser usada com o carro limpo. Uma boa capa protege do sol, da chuva, da sujeira e até de pequenos impactos.

 

D- Como dirigir

Planeje o roteiro com antecedência, priorizando viagens de dia e horários de menor movimento. Dirija com atenção e tranquilidade, evitando manobras arriscadas ou ficar muito próximo do veículo à frente. O carro carregado tem reações mais lentas e seus componentes mecânicos são mais exigidos. Fique atento às informações do painel para identificar rapidamente qualquer anormalidade.

 

Para finalizar, quando voltar das férias, nada melhor que providenciar uma boa lavação e higienização do carro, por dentro e por fora. Assim você elimina os resíduos de maresia, eventuais restos de comida e outros vestígios da viagem, deixando-o pronto para voltar à rotina.

 

E você, tem dúvidas outras dicas para compartilhar? Comente!

Please reload

Notícias em Destaque

Carro autônomo: você ainda vai ter um?

1/8
Please reload

Busca por Categoria
Please reload

Busca por Título
Please reload